sábado, 21 de março de 2015

UM SEM-NÚMERO

COMEMORA-SE, HOJE, 21 DE MARÇO, O DIA MUNDIAL DA POESIA


Dá-me espaço, tempo, loucura, e deixa-me pensar, escrever, divagar!
Interiorizo, pesquiso, apresento, alinhavo, bordo, enfeito e até invento
se necessário for, meu amor.
São dez símbolos, os números, que combinados ou não
de forma igual, diferente, banal ou desigual
edificam e solidificam uma infinidade, uma imensidade de valores.
São muito, mas muito mais, que porções ou quantidades
porque eles representam a base, o pormenor, a essência
a relação, o encaixe ajustado da Humanidade com o Mundo
e o nosso, como lerão, mais adiante, que é profundo.

UM - É a primeira manifestação de tudo, é a origem, o começo
 representa a primeira fase, etapa de qualquer coisa
que não se sabe, exatamente, o que vai ser
mas bem ou mal, ela será sempre algo.
É o número de elementos de um conjunto unitário, nós.
Olha-me, fita-me bem, deseja-me, denuncia-o, beija-me!

DOIS - É a segunda fase de todo este processo, do nosso afeto
que acompanha, alinda, completa o solitário um.
É o único par, que é, também, primo
e é este maravilhoso par, este apaixonado casal
que deu origem à Criação e à nossa paixão.
Aproxima-te mais de mim, toca-me, acaricia-me, balbucia!

TRÊS - É indescritivelmente divino, crível, enigmático e aprazível
simboliza a perfeição, os mistérios e a adoração.
Ele pode representar o passado, o presente e o futuro
o triângulo, logicamente, com três lados
a quantidade de pessoas da Santíssima Trindade.
Puxa-me para o teu corpo, louco, prende-me, sustem-me!


QUATRO - Encontrámos a estabilidade, o equilíbrio, a identidade.
A maioria dos animais usam quatro patas 
são, também, quatro as fases da lua
as estações do ano e os pontos cardeais
os meses de trinta dias, e os trevos de quatro folhas.
Sou tua da cabeça aos pés. Inicia já, o ciclo das nossas marés!


CINCO - É o símbolo de toda a gente, da Humanidade, de nós.
São quatro os elementos, e acrescento a Luz
porque sem ela nada se forma, constitui, cresce e evolui.
Cinco são as funções vitais e os sentidos
a estrela de cinco pontas, harmonia entre o corpo e a alma.
Continua! Não pares! Estou a sentir-me zonza, molhada, tonta.


SEIS - Representa os princípios, que aperfeiçoam a natureza.
É o número de faces de um sólido geométrico
cubo, poliedro regular com tantas aplicações, segundo li
tal como o número de pontas da Estrela de David
"Perfeição, Perseverança, Paciência, Prontidão e Prudência".
Ainda não! Espera! Aguenta, mais um pouco! Rápida, lenta!

SETE - É a natureza a vibrar, é pura magia, incitando-nos a amar.
São sete as cores do arco-íris e as notas musicais
as maravilhas do mundo e os pecados capitais
os sacramentos, as virtudes e as ciências naturais
o dia da Criação, e ao sétimo, Deus descansou.
Lambe-me, e percorre com a língua, o meu corpo em alvoroço!

OITO - É o entendimento, o amor, a amizade, a paz, o sentimento.
É, por assim dizer, em matemática, o cubo de dois
geralmente, horário de trabalho diário, de tanta gente
representa o que permanece em equilíbrio: a justiça
simbolizando, ainda, a ressurreição de Nosso Senhor.
Abre-me, entra em mim, carinhosa e despudoradamente! 

NOVE - É a manifestação da vida, que é, tantas vezes, um enigma.
É, também, o tempo da gestação de um novo ser
é, sem dúvida, o quadrado mais que perfeito do três
o algarismo de maior valor, absoluto ou relativo, sei lá eu
o sinalizador do fim da estrada, o guardião do último portão.
Vaivéns lubrificantes, agora quase, ah, ah, oh, oh, sim, vem! 

ZERO - É o algarismo que por si só não tem valor algum, nenhum
mas, devemos e temos de o lembrar e classificar
porque quando colocado à direita de um outro número
aumenta dez vezes o seu valor, pois então.
Por isso, não deve o zero ficar desolado e inconsolado
pois sem ele não haveria sistema de numeração.
Para ele qualquer número é zero, na presença do infinito
e para nós, para mim, eu não sou nada, sou zero
sem a qualidade e a quantidade do teu amor por mim
sem a grandeza e a omnipotência de Deus. Amém!


CÉU

65 comentários:

  1. Gracias por tu comentario en mi blog...es la primera vez que entro aqui,no entiendo el portugues para leerlo asi que con las fotografias ya me imagino ...ademas no vi completo un video ...magnifico gracias volveré.
    saludos

    ResponderEliminar
  2. Bendigo tus números. Gracias por tu compartir
    Luz
    Isaac

    ResponderEliminar
  3. Deixando um feliz dia mundial do poeta pra você grande poetisa ! beijos e um apertado abraço !

    ResponderEliminar
  4. Saibamos fazer poesia de cada momento da vida.

    Grata pela assíduas presenças ao meu silêncio.

    ResponderEliminar
  5. Talvez o mais importante em poesia seja a qualidade da eternidade que um poema poderá deixar em quem o lê sem a ideia de tempo.

    Bom fim de semana, Céu! :))

    ResponderEliminar
  6. UN GRAN HOMENAJE EL QUE LE HACES A LA POESÍA. TREMENDO POST!!!
    ABRAZOS

    ResponderEliminar
  7. Toda a magia, doçura, comportamento e muitas mais coisas, estão bem descritas neste texto sobre o AMOR. Parabéns.
    Beijinho
    Alice

    ResponderEliminar
  8. Las poesias son sentimientos personales,pasados al papel

    ResponderEliminar
  9. Obrigada e muitos parabéns para ti também :)

    ResponderEliminar
  10. Boa noite Céu.
    O que dizer diante de um poema dessa, é magnifico. Meus parabéns pelo seu dom da escrita, realmente uma poesia mais envolvente que outra. Essa então belíssima. Um lindo domingo amiga.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. Queria comentar mas as suas palavras emudeceram as minhas.
    Deixa poesia para o espírito, sensações irreais de sensualidade, momentos de sonho
    e de meditação.
    A ilustração é outro poema que qualquer um gostaria de declamar. Parabéns !

    ResponderEliminar
  12. Querida Céu! Assim como os números só existem em abstração até que alguém os pense, componha, calcule, as palavras, as ideias, jazem por aí como mero
    s átomos diluídos no ar. Então, vem uma poeta cheia de sensibilidade e talento, e as une em versos e estrofes de uma beleza e precisão maravilhosas. E eis o seu poema...que nos toca sem precisar de explicações, homenageando com louvor o dia da poesia.
    Um grande e carinhoso abraço!

    ::
    .*´¨)
    ¸.·´¸.·*´¨) ¸.·*¨)
    (¸.·´ (¸.·` **********Bíndi e Ghost




    ResponderEliminar
  13. Bom dia
    Gostei de te ler. Foi saber, foi amor, foi prazer. Foi grito que abriu e saiu do teu peito encantado.
    Não tenho palavras que traduzam os efeitos do tempo gasto nesta viagem. Foi bom,muito bom. Poderá ser comprimido e ajustado num todo e num só. Poderá ser dividido,multiplicado e repartido por dois justapostos ou combinados que se entregam na simbiose do amor.

    ResponderEliminar
  14. obrigado pelo carinho ..Céu

    Amor.......Amor...

    beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Braulio, seja bem-vindo ao meu blogue.
      Agradeço visita e gentil comentário.
      Abraço.

      Eliminar
  15. Céu! Estiveste ausente por uns momentos, vieste por aí abaixo, parando na minha Figueira, foi como um convite a entrar no teu "Céu" desconhecido, há alguns caminhos que conheço, por eles já caminhei, (ou não fosse eu um Querido), no entanto outros existem que nem um cientista lá consegue penetrar, de qualquer modo gostei muito ter passado neste Céu! O meu abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. António, seja bem-vindo ao meu blogue. Aqui, pode "entrar" toda a gente, desde que venham por bem.
      Grata pela visita e humorístico comentário.
      Abraço.

      Eliminar
  16. Olá, Céu!
    Eu agradeço as palavras gentis no meu espaço e quero retribuí-las, em dobro.
    Divino seu Blog e todos os poemas aqui escritos.
    Números que se encaixam perfeitamente com a natureza da vida e do amor.
    Parabéns!
    Tenha um ótimo domingo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cris, seja bem-vinda ao meu blogue.
      Agradeço a sua visita e agradável comentário.
      Beijos.

      Eliminar
  17. Céuamiga

    Se tinha ficado encantado com a tua visita e o teu comentário, estou extasiado perante o teu blogue. Tu, Amiga, escreves muito bem; muitíssimo; muitérrimo, muitíssimérrimo…

    Os teus poemas – és, realmente, uma Poetisa de mão cheia (honny soit…) respiram sensualidade, as ilustrações também, nõ se pode ficar indiferente perante eles. Amam-se incrustam-me na minha (nossa) pele, dão-nos uma quase plenitude – porque são virtuais. Fossem eles reais…

    O tempo que eu perdi até vir cá e se não fora a tua primeira presença na Travessa que a partir de agora é nossa, não chegaria a este paraíso de luxúria vitoriosa que derrota a pornografia barata que por aí pulula.

    Uma dádiva divina, uma Afrodite sentida, uma Vénus brejeira (e com braços e o resto lindamente distribuídos), um ritmo dolente alternando com a rapidez da flecha de um Cupido matreiro, um acelerar para o êxtase que me (nos) sacode suave e violento.

    És, sem margem para dúvidas, uma Poetisa. Fremente, perigosa, tentadora, serpenteando entre os humanos, insidiosa propondo o pecado original – e muitos mais – oferecendo uma maçã prodigiosa a quem tentas e se deixa tentar.

    Vou já incluir este blogue de sonho, verdadeiro presente do céu - nada de ausente... - nos meus MAIS FIXES e fico a esperar-te sempre, ansioso por que venhas e me deslumbres. Prometo vir aqui o mais frequente possível; não digo quando, mas podes crer que virei…

    Qjs = queijinhos = beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Henrique, seja bem-vindo ao meu blogue.
      Estamos sempre a tempo de tudo na vida.
      Vulgaridades, não, obrigada!
      Serei eu isso tudo? Alguma coisa, fui, sou e serei, com certeza.
      Agradeço o seu brilhante, ilustre, inteligente e masculino comentário, e volte sempre que desejar.

      Abraço, com elevada estima e consideração.

      Eliminar
  18. Olá Céu, venho agradecer e retribuir a sua amável visita no meu cantinho. Aproveito para lhe dar os parabéns pelo seu dia, porque a Céu parece-me encarnar tudo o que a poesia representa. E, ainda que a prosa seja a "minha praia", admiro imenso quem consegue desnudar a alma em versos.
    Bem haja pela numeração de desejos. E bom domingo
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ruthia, seja bem-vinda ao meu blogue!
      Agradeço a sua visita e as amáveis palavras, aqui deixadas.
      Bom domingo!

      Eliminar
  19. Espetacular, Céu!
    Uma homenagem e tanto ao Dia da Poesia.
    Os versos esbanjam sensibilidade, inteligência e criatividade, com destaque para o erotismo que exala dos versos em negrito.

    Parabéns, amiga! Arrasou!

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar

  20. Quero que saibas meu anjo
    Que tudo em mim se assanha
    E o nosso amor se entranha
    Como raiz de montanha.
    Seja taça de champanha
    Seja prato de lasanha
    Não se permite barganha
    Entre nós temos arranjo.

    Logo mais irei beijar-te
    E anoitecer no teu beijo
    É o meu maior desejo
    Quase tudo que almejo
    Além de ouvir-te o arquejo
    Só de pensar já latejo
    Arranho até azulejo
    Beijando por toda parte.

    Ouvir-te me deixa louco
    Quando dizes que és minha
    E ao dizê-lo te aninhas
    Em meus braços, malandrinha
    Quem se lembra de folhinha?
    Vamos até a tardinha
    Pois agora és rainha
    Sempre terás mais um pouco

    Beijos.

    ResponderEliminar
  21. A poesia é a música da alma, e, sobretudo, de almas grandes e sentimentais. Uma grande frase de Voltaire.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  22. E que forma fantástica para comemorar esse dia!
    A poesia sai da alma e percorre todo o nosso corpo.
    Beijos

    ResponderEliminar
  23. Números de amor e prazer intensos! Belo texto, boa semana.

    ResponderEliminar
  24. E como é bela a poesia!

    r: Com aquele blog sim, mas já ando na blogosfera desde 2009 :) muito, muito obrigada pelas palavras! Volte sempre que quiser ao meu cantinho, as gavetas estarão sempre abertas.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  25. Sentido estético perfeito para os objectivos desta Poesia. Cabe tudo dentro.
    Parabéns... por tudo.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  26. Oi Céu! Bela homenagem esta que fases ao dia da poesia. Lindo, criativo e espalha erotismo para todo lado. Confesso que ainda não tinha atentado para os detalhes do Sem Número. Aprendi mais esta. Rsrs.

    Abraços,

    Furtado.
    PS. Renan Calheiros é o atual presidente do senado brasileiro.

    ResponderEliminar
  27. torrencial...
    deslumbramento mesmo!...

    (sinto um zero... à esquerda!)

    ResponderEliminar
  28. Passando para agradecer a tua visita e o teu comentário lá no nosso Literatura & Companhia Ilimitada, assim como desejar muita paz, saúde e felicidades para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado.
    http://literaturacompanhiailimitada.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  29. Una preciosa y original manera de hacer un homenaje a la poesía para celebrar su día.
    El ir enumerando cada número y el significado que tiene, me demuestra, una vez más, tu dominio de las letras y del amor que recibes.
    Tú jamás podrás ser un cero a la izquierda, tus letras en verso, dan testimonio de tu gran valía.
    Te dejo cariños en ese corazón de poeta.
    kasioles

    ResponderEliminar
  30. Boa mostra do que é a poesía; un recipiente onde botar tanto sentimento en mestura coas mellores verbas...

    Apertas.

    ResponderEliminar
  31. Conmemoras con excelente estilo literario el dia mundial de la poesía.

    Abrazo especial.

    ResponderEliminar
  32. Contas feitas, sai um poema a ganhar. :)

    ResponderEliminar
  33. Mesmo que tardiamente, eu te digo que o Dia Mundial da Poesia não existiria não fosse os Poetas e Poetisas, portanto, ele é também o teu dia! E deixo a ti os meus aplausos pela brilhante criação!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  34. você esbanja poesia! Genial!!

    Abraço, Céu!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anderson, seja bem-vindo ao meu blogue!
      Agradeço visita e comentário.

      Eliminar
  35. Olá Céu.
    Vim lhe agradecer pela participação da enquete com tanta sinceridade. Um lindo final de semana amiga. Um forte abraço.

    ResponderEliminar
  36. Olá Céu!
    Uma homenagem brilhante ao Dia da Poesia.
    Tu és nota mil em criatividade, sensualidade e inteligência.
    Posso dizer que é uma das poesias mais criativas e bem construídas que já li por aqui!
    Parabéns pra ti poetisa maravilhosa.
    Um beijo e um punhado de sorriso.
    Ótimo fds!

    ResponderEliminar
  37. Só para desejar Bom Fim de Semana e que o Sol continue a brilhar.

    ResponderEliminar
  38. Oi Céu! Estranhando minha ausência ! As vezes fico assim ; Apático , com uma certa ressaca de escrita ...Deixo tudo acontecer normalmente ... Sempre esperando minha alma fluir ...Não sei escrever sem um certo encantamento, transe ...Sempre estou aqui conferindo um novo post seu viu ! Beijos do amigo !

    ResponderEliminar
  39. gracias hermano por tus visitas... Y feliz día del poeta
    paz y vida
    Isaac

    ResponderEliminar
  40. ¿Es el vídeo de cántico negro? Excelente!!
    salud y paz
    Isaac

    ResponderEliminar
  41. Yo no tengo palabras para elogiar tus versos ...en prosa cn esa sensualidad que escrbes que lo mezclas entre el mas calido y entrañable amor...
    Te felicito y sabes que lo hago de corazón ..leerte es alimentar el amor y dar vida a la misma vida .
    BESOS

    ResponderEliminar
  42. r: Olá :) Está tudo bem, espero que contigo também.
    Para estes lados também esteve sol e vento, a Primavera está a entrar a medo.

    Ganhei o dia com aquele gesto! Só o facto de ter visto o desenho da gaveta e se ter lembrado de mim já me deixou feliz, mas receber aquele miminho deixou-me completamente sem palavras. Sempre que vir aquele cabeçalho vou lembrar-me do significado que tem. Fiquei de coração cheio.
    A Rita fez um trabalho incrível!

    Obrigada e igualmente :)

    Não vai nada contra os meus princípios, até prefiro tratar as pessoas por tu. Um grande beijinho*

    ResponderEliminar
  43. Hola Cielo... Interesante texto, y algo sorprendente para quien accede por primera vez a tu blog.

    Un abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ernesto, seja bem vindo ao meu blogue!
      Agradeço visita e comentário.

      Abraço.

      Eliminar
  44. Olá Céu! Retornando para agradecer a tua visita e gentil comentário no nosso Arte & Emoçoes, e desejar uma ótima semana para ti e para os teus.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  45. Foi muito legal, esta mistura de números, entregas na paixão e o amém do final foi surreal. Gostei!

    Um abraço, paz e bem

    ResponderEliminar
  46. Estive por aqui.
    E, re-contemplei as fotos lindas.

    Felicidades

    ResponderEliminar
  47. Muito bom, muito alquímico e mágico além de sábio!

    ResponderEliminar
  48. Aguardo o próximo post. Boa semana!

    ResponderEliminar
  49. Céu,
    sim já a visitei. Não deixei comentário pois de momento estou sem desktop. Venho usando o telemóvel, muito pequeno para a minha vista.
    Muito obrigado, você sabe o motivo.
    Voltarei logo que seja possível.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem vindo ao meu blogue, Namibiano!
      Agradeço visita e palavras deixadas.
      Que assim se cumpra!

      Eliminar
  50. r: Agradeço imenso as palavras e o conselho!
    O que estraga tudo é mesmo o vento, mas acho que aos poucos a primavera começa a dar sinais :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  51. Voltei para ver novas. Mantenho a minha apreciação e aproveito para desejar uma Páscoa Feliz.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  52. Obrigada pela visita e pelas palavras :)

    Beijinhos e uma feliz Páscoa

    ResponderEliminar
  53. Te envío un caudal infinito de bendiciones en esta Santa semana.

    Fuerte abrazo.

    ResponderEliminar

O MUNDO PASSA POR AQUI!

script src="http://geo1.statistic.ovh/private/js.js?c=afeeaaa1d5aff10c54503d8372298e5e">